Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




Eduardo Gutierrez Teixeira Mendes
 


Botafogo x XV de Piracicaba 2ª rodada - Estádio Santa Cruz 17h - Ribeirão Preto-SP)

O XV de Piracicaba enfrenta, nesta quarta-feira (25/01), às 17h, o Botafogo, em Ribeirão Preto, no estádio Santa Cruz. De um lado, o caçula do Paulistão, o Nhô Quim, que estreou em casa, no sábado (21/01), empatando por 1 a 1 com o Santos. Do outro, os anfitriões que levaram uma pancada do São Paulo, na capital, domingo (22/01) quando perderam por 4 a 0.

Mas o revés do adversário não ilude ninguém no XV. Em torneio de turno único e diante de um rival equivalente, trazer três pontos para casa é essencial. O técnico Moisés Egert sabe que o confronto exige cautela. “O Botafogo vai jogar sob pressão. Perderam de goleada para o São Paulo e agora vão buscar o resultado jogando em casa contra o XV. Temos que ter calma e saber aproveitar as oportunidades”, afirmou, nesta terça-feira (24/01), o treinador.

Nesta terça, a equipe fez trabalhos táticos pela manhã no Barão e viajou à tarde para Ribeirão. A formação que empatou com o Peixe deve ser mantida. O meia André Cunha, autor do gol de empate no sábado, e o atacante argentino Savoia, devem continuar como opções no banco.

O Botafogo precisa vencer para apagar a imagem negativa da primeira rodada e não tem outra alternativa se não a de procurar abrir o marcador já nos primeiros minutos de jogo. Cabe a dupla alvinegra Paulinho e Vinícius Reis aproveitar as chances de contra-ataque.

“Respeitamos muito nosso adversário. Estudamos sua maneira de jogar e vamos buscar um bom resultado”, afirmou Moisés. Para o treinador, a tendência é de um jogo com mais marcação, e com isso, os espaços serão reduzidos. “Temos que pensar mais rápido. Tocar com eficiência e finalizar com perfeição”, frisou.

O atacante Adílson, embora tenha treinado com bola, não está à disposição do técnico. Assim como Hugo, da mesma posição. A tendência é que ganhem condicionamento físico na terceira ou quarta rodada do Paulistão.

O Botafogo venceu o XV por 2 a 1, no dia 19 de outubro de 1991, em jogo válido pelo returno do Paulistão. No mesmo ano, em casa, no primeiro turno, o XV fez 3 a 0. São quase 21 anos sem jogos pelo Paulistão entre ambos.

PAZ NO ESTÁDIO

Em comemoração ao seu retorno à elite do futebol, o XV iniciou em conjunto com a sociedade civil, Polícia Militar, torcidas organizadas e empresas de Piracicaba, o projeto “XV. Estádio de Paz”, que tem como principal objetivo o de incentivar a cultura de paz nos estádios e entre as torcidas.

Com este projeto, o clube busca disseminar uma peculiaridade da cultura caipira, ainda forte em Piracicaba, mesmo com o desenvolvimento econômico da cidade. “É intrínseca nos piracicabanos a hospitalidade, além do respeito às pessoas. Por isso, os caipiras também são conhecidos por receberem os visitantes no pé do fogão. É com esse respeito e carinho que esperamos receber os times e torcidas visitantes”, explica o educador Douglas Ribeiro Simões, um dos envolvidos na campanha e quem dá voz ao personagem caipira Nhô Chico.

Durante toda campanha, o Nhô Chico, que é compadre do Nhô Quim, irá contar pequenas histórias, narradas em tom caipira, com fundo ético, moral e de paz, feitas especificamente para cada uma das equipes com as quais o XV de Piracicaba irá jogar, buscando, assim, criar um vínculo entre os mascotes.



Escrito por Eduardo às 00h58
[] [envie esta mensagem
] []





XV de Piracicaba estuda forma de premiar jogadores


“Bicho” tende a ser pago por meta e não por jogo, segundo o presidente do Nhô Quim, Luis Beltrame

A diretoria do XV de Piracicaba define, ainda nesta semana, a forma de pagamento do “bicho” para o elenco neste Paulistão. O presidente do clube, Luís Beltrame, afirmou à Gazeta de Piracicaba, que uma reunião com a comissão técnica seria realizada para tratar o assunto.

A premiação tende a ser “por objetivo” e não a cada resultado positivo, segundo adiantou o dirigente. Ele explicou que a primeira forma parece mais produtiva porque as duas partes – clube e jogadores -, ganhariam maior motivação.

Ele explicou ainda que o “bicho” de acordo com uma meta planejada dá ainda mais segurança para o clube abrir os cofres. “O incentivo existe, mas o clube precisa ter um resultado em troca”, declarou. Durante a campanha de 2011 na Série A2, em 2011, o XV também concedeu prêmio e bonificação pelo acesso, segundo o dirigente.

A estreia com um empate por 1 a 1 com o Santos, no último sábado (21/01), em casa, foi injusta, segundo Beltrame. Em sua análise, o XV teve mais volume de jogo no segundo tempo e poderia ter saído com uma vitória. Ele criticou a arbitragem do jogo. Em sua análise, houve uma jogada faltosa do atacante Renteria que mereceria um cartão vermelho, e não apenas um amarelo. Opiniões à parte, o dirigente entende que o time se posicionou bem em campo e está de parabéns. “A equipe passou segurança para a torcida”. Após o empate, o time saiu aplaudido de campo.

O TIME

O técnico Moisés Egert comandou na tarde desta segunda-feira (23/01), no Barão de Serra Negra, um treino de dois toques para o time reserva, em meio campo. Os atacantes Adílson e Hugo treinaram normalmente com bola. Hugo pode surgir como titular no posto de Vinícius Reis, nesta quarta-feira (25/01), em Ribeirão Preto, contra o Botafogo. Adílson surpreendeu a todos, já que após seis meses sem treinar, apareceu, nesta segunda, trabalhando com bola. O time titular fez academia.

O meia André Cunha treinou com os reservas. Ele foi ovacionado pela torcida após o empate. O meia igualou o marcador aos 45 minutos do segundo tempo cobrando pênalti após ter entrado na etapa complementar. Mas a tendência é que ele prossiga como opção no banco.

Nesta terça-feira (24/01), a equipe faz um trabalho tático e técnico pela manhã, no Barão, e viaja à tarde para Ribeirão Preto. Para o treinador, será um jogo difícil, pois, a equipe de Ribeirão vem de derrota por 4 a 0 para o São Paulo, na capital.

“O Botafogo vai jogar sob pressão. Perderam de goleada e agora vão buscar o resultado jogando em casa contra o XV. Temos que ter calma e saber aproveitar as oportunidades”, disse, no site do clube, o treinador.

Moisés elogiou a torcida que durante toda a partida contra o Peixe, incentivou o grupo. “Nossa torcida realmente faz a diferença”, declarou. De “cara nova”, o Barão recebeu mais de 11 mil torcedores no sábado. Após Ribeirão, o XV volta a seus domínios no próximo sábado (28/01), quando receberá o Bragantino, às 19h30.

GOLPE

Duas pessoas conseguiram aplicar um golpe de estelionato, horas antes do jogo entre XV e Santos, sábado. Foram levados de uma das bilheterias R$ 4.260, segundo o boletim de ocorrência 567/2012. De acordo com o B.O., por volta das 16 horas, duas pessoas adentraram a bilheteria número 5, sendo que uma delas, com crachá, se identificou como diretor do clube. Após perguntas e orientações aos funcionários da bilheteria, o falso diretor disse que seria preciso fazer uma “sangria” no caixa e, uma vez atendido, pegou o dinheiro e, com o comparsa, tomou rumo ignorado. A venda de ingressos é de responsabilidade de uma empresa terceirizada. O caso será investigado pelo 2° DP.

>



Escrito por Eduardo às 00h52
[] [envie esta mensagem
] []





Com novidade no banco, XV viaja para encarar o Botafogo

Goleiro Neto substitui Wanderson; equipe titular deve ser a mesma que empatou com o Santos

O elenco do XV de Piracicaba viajou no início da tarde desta terça-feira (24) para Ribeirão Preto com apenas uma mudança em relação à equipe que empatou sábado (21) com o Santos, na abertura do Campeonato Paulista. E a novidade estará apenas no banco de reservas. Por opção da comissão técnica, o goleiro Neto, de 25 anos, ocupa o lugar de Wanderson, titular na temporada passada. A camisa 1 permanece com Gilson. O restante do time que enfrenta o Botafogo também deve ser o mesmo que jogou contra o Peixe.

O atacante Hugo, que chegou ao clube na semana passada, teve sua inscrição regularizada na Federação Paulista de Futebol (FPF). O jogador, contudo, ainda se aprimora fisicamente. Nesta terça-feira de manhã a equipe fez um treino técnico no estádio Barão de Serra Negra. O técnico Moisés Egert já deixou claro que, por conta da maratona de jogos, evitará coletivos.

O adversário
Egert considera o Botafogo um adversário direto na competição, no bloco das equipes que irá buscar classificação à Série D do Brasileiro, e diz que, apesar da goleada de 4 a 0 sofrida para o São Paulo, a equipe de Ribeirão Preto tem qualidades.

"Eles reformularam o elenco agora, ainda é uma equipe em formação. E não da para avaliar a partida apenas pelo resultado. Na minha opinião, o São Paulo está com a melhor equipe no momento. Enfrentar eles no Morumbi em uma estreia não é nada fácil. Por isso, pode ter certeza que o jogo em Ribeirão será duro. Eles têm um bom contra-ataque, fizeram uma linha de três zagueiros, que ainda não sei se irão repetir contra a gente. Temos que entrar bem focados", diz o treinador.

O lateral-esquerdo Alex Cazumba, destaque na partida contra o Santos, jogou por empréstimo no Botafogo na temporada passada. Mas como o elenco adversário foi completamente trocado, não conhece os atuais atletas. O que ele se  lembra bem é do calor de Ribeirão Preto, sobretudo pelo fato da partida desta quarta-feira ser disputada às 17h.

"Como estamos no horário de verão, na realidade é um sol das 16h. Se estiver nublado vai ser um pouco melhor. O calor lá é duro de enfrentar", comenta.

Egert, contudo, diz que a temperatura ou qualquer outro fator extra-campo não podem atrapalhar o desempenho da equipe na competição.

"Se fizer calor, chover, o campo estiver ruim... é um adversário a mais para as duas equipes. Temos que estar preparados para todos estes problemas", finaliza.

A provável escalação do XV: Gilson, Vinícius Bovi, Diego Borges, Toninho e Alex Cazumba; Adilson Goiano, Marcus Vinícius, Anaílson e Ricardinho; Vinícius Reis e Paulinho. 
 



Escrito por Eduardo às 00h48
[] [envie esta mensagem
] []





CHAMEM A POLÍCIA:

Polícia investiga dupla que levou R$ 4 mil de bilheteria do Barão

Homens se apresentaram como dirigentes do XV; empresa terceirizada assume prejuízo

A Polícia Civil de Piracicaba investiga um golpe praticado por dois homens na bilheteria do estádio Barão de Serra Negra. Eles se apresentaram como dirigentes do XV de Piracicaba e levaram R$ 4.260. O caso ocorreu no sábado (21), momentos antes da partida de abertura do Campeonato Paulista, contra o Santos. O caso está no 2º Distrito Policial.

De acordo com duas funcionárias que trabalhavam na bilheteria, um dos homens se apresentou como “Carlinhos”, como é conhecido o diretor de patrimônio do clube, Antônio Carlos Fernandes. Ele usava um crachá e pediu o dinheiro para realizar a “sangria”, ato comum de retirar o dinheiro da bilheteria para evitar assaltos.

“Pelas informações que nos passaram, eles estavam bem vestidos e enganaram as meninas. Com a mudança no sistema de ingressos, não é mais  XV que cuida da parte financeira. Lamentamos o ocorrido, mas a empresa terá que arcar com o prejuízo”, diz o verdadeiro Carlinhos. Ele já prestou depoimento à polícia e não foi reconhecido pelas funcionárias.

A BWA, responsável pela comercialização dos ingressos, disse, por meio de nota, que as funcionárias são de sua responsabilidade e que estão dispostas a colaborar com a polícia. A empresa também assume o prejuízo.



Escrito por Eduardo às 00h44
[] [envie esta mensagem
] []





Botafogo x XV de Piracicaba 2ª rodada - Estádio Santa Cruz 17h - Ribeirão Preto-SP)

Botafogo e XV de Piracicaba entram em campo nesta quarta-feira, às 17 horas, no Santa Cruz, pela segunda rodada do Campeonato Paulista, em busca da primeira vitória na temporada 2012. A partida corria o risco de ser realizada com os portões fechados, mas nesta segunda-feira a Federação Paulista de Futebol (FPF) acabou liberando o estádio para receber público.

Logo na estreia, o Pantera sabia das dificuldades que ia encontrar, mas acabou mostrando um futebol muito abaixo do esperado e perdeu por 4 a 0 para o São Paulo, aparecendo na lanterna do Paulistão, sem nenhum ponto conquistado. Já o Nhô Quim, que contou com o apoio de 15 mil torcedores no Barão de Serra Negra, arrancou um empate no último minuto contra os reservas do Santos e aparece em décimo lugar, com um ponto.

Agora vai Pantera?
Em relação ao time que foi goleado pelo São Paulo no Morumbi, o técnico Lori Sandri ainda não sabe se realizará muitas mudanças. Os zagueiros Marquinhos e Daniel Horst foram vetados pelo departamento médico e não entrarão em campo. O primeiro sofreu um estiramento muscular durante a pré-temporada, enquanto Horst deixou a partida do último sábado reclamando de dores no joelho.

Os dois ainda não têm presenças garantidas no clássico diante do Comercial no próximo final de semana. Enquanto isso, o meia Camilo, que acumula passagens por Cruzeiro, Santo André e Marília, deverá ser relacionado e começar o confronto no banco de reservas. O recém-contratado André Dias, um dos artilheiros do América-MG no ano passado, será poupado para o Come-Fogo.

Nhô Quim aposta no suspense
Sem querer revelar os 11 titulares para o duelo desta quarta-feira, o técnico Moisés Egert acredita que o mistério ganha jogo e por isso deve anunciar o time que vai entrar em campo apenas momentos antes do início da partida. O comandante disse que vai analisar a melhor maneira de entrar em campo, já que todo jogo tem que ser considerado como se fosse uma final.

Vamo estudar a melhor maneira de entrar em campo. Cada jogo é uma final para o XV", comentou o treinador, que não relacionou os atacantes Hugo e Adilson para o jogo. "Não podemos antecipar uma situação. Os atletas têm que estar confiantes e 100% fisicamente para ir bem e seguir em uma crescente na competição", completou.

Autor do gol de empate diante do Santos, o meia André Cunha deve deixar o banco de reservas para entrar no lugar de Ricardinho, que não teve um bom desempenho. Outro setor que corre o risco de sofrer mudanças é o ofensivo. O argentino Gustavo Savoia briga por uma vaga com Vinicius Reis ao lado de Paulinho.



Escrito por Eduardo às 00h41
[] [envie esta mensagem
] []





Botafogo x XV de Piracicaba (2ª rodada - Estádio Santa Cruz 17h - Ribeirão Preto-SP)

O segundo jogo do XV de Piracicaba no Campeonato Paulista promete muitas emoções. Para o técnico Moises Egert, a partida contra o Botafogo de Ribeirão Preto, nesta quarta-feira, 25, às 17h, será muito difícil e requer muito cuidado dos jogadores alvinegros. “Para o Botafogo o campeonato começa agora. Somos adversários diretos e eles precisam vencer de qualquer maneira. Temos que ser inteligentes e aproveitar as oportunidades”, disse o técnico quinzista Moises Egert.

Hoje pela manhã, o treinador realizou o último treinamento no estádio Barão da Serra Negra e às 14h horas o time viajou para uma cidade próxima a Ribeirão Preto. “Respeitamos muito nosso adversário. Estudamos sua maneira de jogar e vamos buscar um bom resultado”, afirmou Egert.

Para o treinador a tendência é de um jogo com mais marcação e com isso os espaços serão reduzidos. “Temos que pensar mais rápido. Tocar com eficiência e finalizar com perfeição”, frisou.

Para o jogo, Egert tem duas dúvidas. No meio campo, André Cunha pode entrar na armação das jogadas, para isso Anaílson ou Ricardinho teriam que sair ou então um volante, deixando o time ainda mais ofensivo. No ataque, Savoia pode ser opção no lugar de Vinícius Reis. “Vamos estudar a melhor maneira de entrar em campo. Cada jogo é uma final para o XV”, afirmou.

Hugo e Adilson: Os atacantes ainda não têm condições físicas para estrear. A expectativa do treinador é que eles possam estar à disposição na semana que vem. “Não podemos antecipar uma situação. Os atletas têm que estar confiantes e 100% fisicamente para ir bem e seguir em uma crescente na competição”, disse Egert.

Segue abaixo a lista de relacionados para o jogo contra o Botafogo:

Gilson
Neto
Toninho
Vinicius reis
Vinícius Bovi
Marcus Vinícius
Glauber
Diego Borges
Adilson Goiano
André Cunha
Alex Cazumba
Paulinho
Rodolfo
Marcus Lima
Cafu
Anailson
Ricardinho
Savoia

Ficha Técnica

Campeonato Paulista Série A1
2ª Rodada

Botafogo FC x XV de Piracicaba

Data – 25/01/2012
Horário – 17h00
Local – Estádio Santa Cruz, Ribeirão Preto
Árbitro – Thiago Luis Scarascati
Assistentes – Osny Antonio Silveira e Fabricio Porfirio de Moura
Adicionais – Marcio Henrique de Gois e Leandro Camargo Costa
Quarto árbitro – Marcos Silva dos Santos Gonçalves

Botafogo FC – Márcio, Gustavo Bastos, Vinícius, Cris, Tiago Ulisses, Alex, Gil Baiano, Emerson, Paulo Júnior, Talles Cunha e Luis Ricardo. Técnico Lori Sandri

XV de Piracicaba – Gilson, Vinicius Bovi, Toninho, Diego Borges (Marcus Vinicius), Alex Cazumba, Adilson Goiano, Marcus Vinicius Lima (Glauber), André Cunha (Ricardinho), Anaílson, Paulinho e Savoia (Vinicius Reis). Técnico Moisés Egert.



Escrito por Eduardo às 00h36
[] [envie esta mensagem
] []





Torcida aprova desempanho do XV contra o Santos

A expectativa era grande e a ansiedade tomou conta da cidade. E após o apito final do árbitro Thiago Duarte Peixoto, a estreia do XV de Piracicaba parece ter sido aprovada tanto pela comissão técnica como pelos torcedores. É o que indica a enquete realizada no site oficial do Alvinegro com a opinião dos internautas quinzistas sobre o desempenho dos comandados do técnico Moisés Egert no confronto do último sábado contra o Santos.

Para 58% dos torcedores, a estreia foi considerada boa. Outros 41% classificaram a atuação como ótimo, contra apenas 1% que não gostaram da apresentação. “Jogamos contra um time grande, não podemos esquecer disso. Sendo assim, nós da comissão técnica e jogadores, também gostamos do desempenho da equipe, que não desistiu em nenhum momento de buscar o empate”, comentou o treinador alvinegro.

Fora de campo, o presidente Luis Beltrame também elogiou o trabalho de todos os funcionários do clube, que proporcionaram a organização do evento e a recepção do time santista. “Acredito que a abertura do Paulistão em Piracicaba foi um sucesso. Todos foram recepcionados com a costumeira hospitalidade da cidade e saíram satisfeitos”, ressaltou.



Escrito por Eduardo às 00h30
[] [envie esta mensagem
] []





A paixão do torcedor quinzista pelo XV de Piracicaba rende muitas histórias. E uma das mais bonitas é a do músico e conselheiro do Alvinegro, Rui Kleiner, que em 2008 compôs um soneto em homenagem ao Nhô Quim e sua torcida. Desta poesia, saíram dois versos que foram eternizados no Barão de Serra Negra ao serem pintados nos muros do estádio.

 

“Aqui cultivamos a semente eterna da nação quinzista…
… com raízes regadas pelo sangue e suor dos nossos antepassados.”

Assim escreveu o compositor, que faz questão de dividir o feito com o presidente Luis Beltrame. “Ele pediu que eu fizesse um poema e por isso digo que essa homenagem é uma parceria minha e dele, juntamente com a diretoria. No soneto, quis retratar as raízes rurais de Piracicaba, a torcida e a história, porquê o XV nada mais é que uma história sendo feita através desses quase 100 anos”, completou.

Para o presidente Luis Beltrame, os versos sintetizam a paixão dos torcedores quinzistas e o valor que o clube dá a sua própria história. “O XV tem uma história muito rica e o Rui é desses torcedores que sabem dar valor a isso. O soneto é muito bonito e acredito que todo torcedor alvinegro fica muito orgulhoso quando lê os versos no muro do estádio”, comentou.

SONETO ALVINEGRO
(Rui Kleiner)

De todas as promessas de um só grão
Nasceu uma esperança em nosso peito
Vindoura da fusão que assim foi feito:
Famílias que fundaram uma nação.

Com o tempo, nos veio a devoção
E o zebrado se tornando conceito
Germinando nos campos tal proveito:
Rabeca, Idiarte, Sato, Gatão…

Sangue e suor do antepassado artista
São folhas de uma paixão sempre viva
E nos traz novos frutos de conquista.

Nossa semente eterna que cultiva
Raízes regadas por nossa vista
E a orgulhosa história, nossa diva.

 



Escrito por Eduardo às 00h26
[] [envie esta mensagem
] []





Sem tempo para treinar, Egert prioriza bate-papo com atletas

Treinador ressalta boa pré-temporada e descarta mudanças imediatas no time

Bola, só na hora do jogo. Com jogos em sequência no meio e no fim de semana, o técnico do XV de Piracicaba, Moisés Egert, irá priorizar o bate-papo com os atletas durantes os treinamentos e vai manter o time-base na próximas rodadas, mesmo ciente de que a equipe ainda precisa de um homem de referência no ataque.

“A sequência é dura. Não adianta eu por os caras pra treinar agora. Cada jogo são 90 minutos muito intensos, há um desgaste muito grande. O melhor é conversar com eles, analisar o adversário”, disse o treinador nesta segunda-feira à tarde, após um treino com campo reduzido em que apenas os reservas atuaram. Os atletas titulares no empate em 1 a 1 com o Santos, no sábado à noite, fizeram trabalho de regeneração na piscina.

Nesta terça-feira de manhã a equipe faz o último treino antes de viajar para Ribeirão Preto, onde encara o Botafogo, quarta-feira, às 17h. O treinador não fará sequer o tradicional rachão. Tudo para evitar lesões e descansar os atletas.

“Vejo como ponto positivo termos feito uma boa pré-temporada, o que já nos deu uma boa base. As modificações vão ocorrer em decorrência de lesões, cartões”, conclui.

No treino desta segunda-feira, os atletas utilizaram apenas metade do campo para um treino de dois toques. Hugo e Adílson formaram o ataque de uma das equipes. Os jogadores, assim como o argentino Gustavo Savoia, que chegou a entrar na partida contra o Santos, são os candidatos a homem-gol do Nhô Quim. Mas, por enquanto, o ataque seguirá com os velocistas Vinícius Reis e Paulinho.

“O Adílson está há quase sete meses sem atuar, o Hugo chegou faz poucos dias. Não adianta eu por eles agora pra jogar e perdê-los por lesão para a sequência do campeonato”, finaliza o treinador.



Escrito por Eduardo às 00h59
[] [envie esta mensagem
] []





Presidente do Santos Futebol Clube (Luis Álvaro), elogia campanha "XV Estádio de Paz"

A campanha “XV. Estádio de Paz” realizada pelo Esporte Clube XV de Novembro, em comemoração à sua volta à Série A 1 do Campeonato Paulista, em 2012, recebeu elogios do presidente do Santos Futebol Clube, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro. Em Piracicaba para acompanhar a estreia de sua equipe contra o clube piracicabano no Paulistão, no último sábado (21), Luis Álvaro elogiou a iniciativa do XV ao receber das mãos do presidente quinzista, Luis Beltrame, o kit alusivo à campanha “Estádio de Paz”.

Enquanto aguardava o início do segundo tempo da competição, Luis Álvaro foi presenteado com uma muda de Sapucaia, árvore símbolo da paz para os piracicabanos. A muda e outros materiais contendo informações sobre a campanha “XV. Estádio de Paz”, materializam um dos principais objetivos da campanha: envolver e disseminar entre as equipes do Paulistão 2012 e, principalmente entre as suas torcidas organizadas, a cultura da não violência dentro e fora dos estádios, em busca de uma sociedade mais segura para todos.

Muito receptivo, Luís Álvaro elogiou a iniciativa do clube piracicabano e fez questão de ressaltar ao presidente Beltrame que desde que assumiu à presidência do Santos, em novembro de 2009, sempre teve como uma de suas bandeiras estabelecer o diálogo com suas torcidas organizadas do Santos para que recebam com receptividade as torcidas adversárias que vão até a Vila Belmiro enfrentar o Peixe, e que ajam com responsabilidade quando se deslocam até a casa da equipe adversária.

Ao entregar o kit Sapucaia à equipe Santista, os responsáveis pela campanha “XV. Estádio  de Paz” esperam que o clube santista leve a bandeira da paz para as suas torcidas e que juntos plantem a Sapucaia, como um gesto simbólico de semear atitudes de paz e de incentivar novas iniciativas que estimulem a cultura da não violência em suas comunidades.

Árvore da paz

A Sapucaia é um dos símbolos da campanha porque, segundo relatos históricos, em 1918, em comemoração ao término da Primeira Guerra Mundial, o imigrante italiano Antônio Caprânico – que havia adotado no início do século o Brasil e mais exatamente Piracicaba como seu segundo lar -, plantou uma muda da espécie no então Bosque Barão de Serra Negra. Anos depois, coincidentemente ao lado da Sapucaia, veio a ser erguido o estádio municipal Barão de Serra Negra, a casa dos quinzistas. Hoje, 94 anos após o plantio da simbólica semente da paz, a árvore imponente destaca-se pela beleza e representatividade aos piracicabanos.



Escrito por Eduardo às 22h20
[] [envie esta mensagem
] []





Ato folclórico é mantido mesmo com as reformas do Barão

O torcedor que acompanhou a estreia do XV de Piracicaba no último sábado pôde ver o estádio Barão da Serra Negra totalmente reformado. Muitos setores ganharam uma cara nova, mas mesmo assim certas tradições foram mantidas. Uma delas chega a ser folclórica e foi “inaugurada” oficialmente pelo presidente Luis Beltrame no confronto contra o Santos.

Trata-se da Placa do Jubão, que fica pendurada no alambrado que separa a arquibancada, da antiga cativa, do campo. Ali, o torcedor e “proprietário” da placa, Paulo Moraes Júnior torce fervorosamente pelo Nhô Quim e, sempre que pode, extravasa seu nervosismo na mesma durante os jogos no Barão

“Antigamente havia uma placa de saída ali e, com a reforma do estádio, ela foi retirada. Quando achei que ia ficar sem meu “xodó”, fui surpreendido com a homenagem. Agradeço o presidente e todos do XV pelo gesto. Agora vou poder torcer como sempre fiz”, disse.



Escrito por Eduardo às 22h16
[] [envie esta mensagem
] []





ATENÇÃO: Alteração do jogo XV de Piracicaba x Grêmio Catanduvense

Devido o desfile da Sapucaia, evento tradicional que abre o carnaval de Piracicaba, que será realizado no próximo dia 11 de fevereiro nas imediações do Estádio Barão de Serra Negra, a partida entre XV de Piracicaba e Catanduvense, pela sétima rodada do Campeonato Paulista, originalmente marcada para o sábado, 11, às 19h30, foi alterada para o dia 12, domingo, no mesmo horário. O pedido de alteração foi solicitado pela Polícia Militar, visando a segurança dos torcedores.

Serviço:

Jogo: XV de Piracicaba x Catanduvense

Local: Estádio Barão de Serra Negra

Data original: 11/02/2012, às 19h30

Alterada para: 12/02/2012, às 19h30

Solicitado pela: Polícia Militar

Motivo: Desfile da Sapucaia



Escrito por Eduardo às 22h15
[] [envie esta mensagem
] []





De olho no Botafogo

Após o empate com o time santista, o XV de Piracicaba se reapresentou na tarde de hoje e realizou treinamentos regenerativos. A equipe volta a campo nesta quarta-feira, às 17h30, para enfrentar o Botafogo de Ribeirão Preto, pela segunda rodada do Campeonato Paulista.

O clima era de tranquilidade entre atletas e comissão técnica. O técnico Moises Egert gostou da atuação dos profissionais e disse que o time foi guerreiro e buscou o gol durante toda partida. “Nós impusemos o nosso ritmo de jogo. Merecíamos vencer, mas para estreia está bom”, disse o Egert.

Sem muito tempo de trabalho a equipe já pensa no Botafogo de Ribeirão Preto. Para o treinador será um jogo difícil, pois a equipe de Ribeirão Preto vem de derrota para o São Paulo. “O Botafogo vai jogar sob pressão. Perderam de goleada para o São Paulo (4 a 0) e agora vão buscar o resultado jogando em casa contra o XV. Temos que ter calma e saber aproveitar as oportunidades”, disse o comandante alvinegro.

O treinador elogiou a torcida quinzista que durante toda a partida incentivou o grupo. “Nossa torcida realmente faz a diferença. Comentamos nos vestiários o apoio incondicional e este apoio foi determinante para o grupo acreditar até o fim. Aqui podemos falar que temos o 12° jogador em campo”, frisou.



Escrito por Eduardo às 22h14
[] [envie esta mensagem
] []







Escrito por Eduardo às 22h10
[] [envie esta mensagem
] []







Escrito por Eduardo às 22h09
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]